domingo, 19 de setembro de 2010



         O auto-exame

Todo mês, sete dias a partir do primeiro dia da menstruação, é o momento de você mesma fazer esse exame. Se estiver na menopausa, marque um dia fixo para todos os meses.
Siga estas orientações:
  • De pé, em frente ao espelho, coloque o braço atrás da cabeça e toque as mamas com a ponta dos dedos, desde o mamilo até a axila.
  • Verifique se há dor ou se existem em seus seios caroços, nódulos, inchaços, mudanças de coloração ou, ainda, líquidos nos mamilos.
  • Depois, deite-se na cama, com o braço atrás da cabeça, e repita o mesmo processo.
Caso você perceba qualquer alteração, mínima que seja, ou tenha alguma dúvida, procure o mastologista ou seu ginecologista, um posto de saúde ou um ambulatório.
O auto-exame das mamas não deve substituir o exame clínico
O exame clínico deve ser realizado por profissional de saúde treinado para essa atividade. Entretanto, o exame das mamas pela própria mulher ajuda no conhecimento do corpo e deve estar contemplado nas ações de educação para a saúde.
Como é realizado o exame clínico da mama?
É a palpação da mama, das regiões axilares e das supraclaviculares, realizado por um profissional de saúde (médico ou enfermeiro) durante uma consulta. Nesse exame, poderão ser identificadas alterações na mama e caso necessário será indicado um exame mais específico, como a mamografia.
O que é a mamografia?
A mamografia é um exame radiológico realizado em um aparelho de alta resolução que permite visualizar imagens tumorais e calcificações. Consiste em colocar a mama entre duas placas e emitir um raio-X. A radiação recebida pela paciente é pequena, não sendo prejudicial à saúde. A mamografia permite identificar lesões não-palpáveis e descobrir o câncer de mama quando o tumor ainda é bem pequeno.


Nenhum comentário:

Postar um comentário